terça-feira, 25 de setembro de 2007

Decadência

Há muito, muito tempo, na minha vida anterior (ou seja, na minha vida sem bebés), andava sempre impecável. O cabelo arranjado, a maquilhagem irrepreensível, a roupa perfeitamente engomada e tudo a condizer - até demais. Tinha um amigo que, inclusive, brincava com o meu aspecto, dizendo que parecia uma hospedeira sempre pronta a embarcar.

Hoje, olhei para o espelho e estava assim. E ontem também. E anteontem. E já nem sequer reparo. Será a isto que chamam decadência...?

4 comentários:

docinho disse...

Decadência é tentar estar impecável e mesmo assim não conseguir... : ))) e há tanta gentinha assim... acho que a elegância nasce com as pessoas e nunca se consegue alcançar apenas com dinheiro ou tentativas de imitação... no teu caso... nasceu contigo!
É UM FACTO... e não é graxa... é o que sinto!
Mesmo vomitada... o que interessa é ter "aquele toque"... lol!!!!

Beijos elegantes

Mary disse...

Docinho,

É bom saber que ainda há quem me veja com óculos cor-de-rosa :-)

Bjs cheios de baba.

rosachok disse...

Um dia foi-me dito por um Senhor que muito admiro que ser elegante é fazer sentir bem qualquer pessoa na nossa companhia, seja ela de que classe social for, conseguir fazer com que a diferença social seja esquecida, sem perderes os modos ou os valores... e a verdadeira elegância tu tens... és uma comunicadora ;)))
E isso não há dinheiro... pseudo bom gosto ou consulta a montras e revistas de moda que resolva... vem de dentro ;))))

Estar bem, impecável, é um conceito relativo ;)))
... há alturas em que queremos estar impecáveis para nós mesmas (o espelho!) e aqui é quando somos mais exigentes :D
... há alturas que queremos causar boa impressão em alguém ;))
... há alturas em que o trabalho exige... e nós gostamos... hihihihi
... há altura que temos que estar impecáveis para brincar com os nossos filhos... e tu tens estado!

Aposto que daqui a uns dias voltas a estar impecável... para ti!!!

Beijos verdadeiramente elegantes

PS li o que escrevi e achei tão sério... hihihihi...
Deixa-te mas é de coisas... precisas de elogios?! És impecável... SEMPRE!!!

Mais BEIJOS a rir muito!

Mary disse...

Agora a baba, para além de baby C., também é minha. Por mais que estejam a ser simplesmente queridas, o mimo sabe sempre bem :-)