quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Mas nem tudo é mau


Parece que vão (finalmente!) ser impostas restrições à distribuição e comercialização de alimentos poucos saudáveis nas escolas portuguesas. A venda de produtos como bebidas energéticas, refrigerantes, massas folhadas e fritos vai ser proibida, assim como de todos os néctares com menos de 50% de polpa de fruta. 

Para além disso, também existe uma lista de géneros alimentícios a limitar, como por exemplo bolachas, bolos, cereais e gelados com mais de 250 calorias. Estes produtos não só não estarão visíveis aos alunos, constando apenas das tabelas de preços, como também soferão um aumento de preço.

Last but not least, as máquinas de vending deixarão de estar acessíveis à hora do almoço (forçando os alunos a optar pelos refeitórios) e a publicidade a produtos alimentares também será limitada.

Estas novas regras constam do documento 'Oferta alimentar em meio escolar', que será entregue nas escolas durante esta semana. A ver vamos, se as escolas cumprem tudo à regra (tenho dúvidas) ou se é preciso chamar o Jamie Oliver mais a sua Food Revolution.

4 comentários:

OutraMaria disse...

pena mesmo é o facto de algumas crianças passarem fome nas escolas porque os pais nao tem dinheiro para pagar senha de almoço :(

Guinhas disse...

Acho bem que hajam alterações, é mais saudável para as crianças

p. disse...

A ideia do Jamie Oliver é realmente de louvar, o único problema foi o efeito que não surtiu. Como as crianças passavam a vida a barafustar da "healthy food", os pais foram às escolas reclamar e obrigaram-as a voltar aos menus de "burgers and fries".
A ideia era fantástica mas o seu sucesso foi curto. A ver se esta tem mais resultados! :)

Agulha no palheiro disse...

Esperemos que por cá a receptividade seja melhor, e que os paizinhos não se plantem à porta das escolas a reclamar porque o "coitadinho" do filho não pode comer comida digamos... hmm... saudável.
É típico do comportamento português não estar bem nem de uma maneira nem de outra (se tão gordos é porque tão gordos, se tão magros é porque passam fome), mas tenho esperança que, neste tema, a coisa se encaminhe sem grandes problemas. Let's cross our fingers ;)