segunda-feira, 7 de maio de 2012

A Alma em Casa

Voltámos para casa anteontem, nesse dia sagrado. Não há no mundo maior delícia do que a normalidade. Cada palavra da Maria João soa-me a música amada. Nos livros avisam que a remoção de tumores cancerosos do cérebro pode provocar alterações de personalidade. 

Eu tinha medo que ela deixasse de ser a Maria João que eu amo. Mais medo ainda tinha que ela deixasse de me amar. A primeira vez que a vi, poucas horas depois da cirurgia, no remanso dos cuidados intensivos, perguntei-lhe se ela me reconhecia. E ela recuou a cabeça ligada, fez uns olhos de surpresa repugnante e perguntou, com convencimento: "Mas quem é o senhor?" 

Nem sequer foi o sentido de humor a primeira coisa a regressar. Nunca se foi embora. A Maria João não recuperou: manteve-se. O milagre não lhe era exterior. O milagre é ela. Ela e todas as pessoas de quem ela gosta, que gostam dela. 

Eu bem que tento guardá-la como um segredo. Mas só estou bem, quando tenho a sorte de ouvi-la e a vê-la e a vivê-la. Escrever sobre ela é a coisa mais fácil que faço: é uma preguiça e um prazer, como se conseguisse enganar quem me lê. É virar as costas ao mundo, que vai tão mal. Mas que é um mundo que ainda contém a Maria João, a pessoa que eu amo, que ainda aceita o amor que lhe tenho. Que cresce, ao contrário do cabrão do cancro, previsivelmente, certamente, sem fazer mal; fazendo bem. 

Meu grande amor: seja de que maneira for, continua. Mesmo deixando de gostar de mim. Mas continua. Vive!
Miguel Esteves Cardoso, in Público, 06.05.12
Mais palavras para quê? O cabrão do cancro não pode levar esta mulher.

8 comentários:

lara pereira da silva disse...

encolhi... encolhi tanto que me doi estar dentro de mim...

Lúcia disse...

Todas as palavras são poucas...

teardrop disse...

Não pode mesmo! Arrepio-me ao ler os textos que ele escreve, que grande amor!

RITITI disse...

JA CHOREI :((( NÃO PODE MESMO...que crueldade !!! cabrão filho da pxxxxxx do cancro

Escrita Online disse...

III COE!

Para quem gosta e QUER escrever: http://escrita-online.blogspot.com

A 3.ª edição do Concurso Online de Escrita.

Regulamento: http://escrita-online.blogspot.pt/2011/11/regulamento.html

Inscreve-te e entra nesta aventura de 5 semanas. Boa sorte!...

Jota disse...

Palavras arrepiantes.

TC disse...

Nem esta nem as outras todas anónimas...

Devaneios.de.mestra disse...

Isto é um real caso de amor. Porque é que o cancro leva os melhores?