quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Morta morrida matada

Greve do metro, manifestações por todo o lado, um trânsito infernal, trabalho que nunca mais acaba, a sala em obras, o blogger a passar-se, Mercúrio retrógrado e (la pièce de resistance) a reunião de pais mais looooooonga e agonizante de todo o sempre, com alguns dos pais mais irritantes que já vi. Vou mas é para a cama fingir que este dia nunca existiu.

4 comentários:

Vespinha disse...

Gosto da parte da sala em obras. :)

Mary disse...

Eu por enquanto ainda não :-/

rita disse...

Há dias que é melhor nem sair de casa!

VerdezOlhos disse...

Opah podes crer!
Foi um dia do caraças. Que confusão da porra. A falta de o metro faz e o transtorno que causa a falta dele, a tanta gente!