sexta-feira, 30 de agosto de 2013

"Não sabemos se voltamos... mas vamos sempre"



Esta semana cruzei-me com um bombeiro e a única palavra que me veio à cabeça foi "respeito". Sempre me fez confusão a forma como esta profissão é idolatrada nalguns países (Estados Unidos à cabeça) e negligenciada em Portugal. Logo cá, onde os meios são poucos e os voluntários mais que muitos. Não faz sentido nenhum, é o mínimo que me ocorre dizer.

Relativamente às (muitas, demasiadas) mortes das últimas semanas, já se sabe que profissões como esta acarretam um grau de risco elevado, mas a verdade é que não tinha que ser assim. Ou melhor, não devia. Porque isto acontece todos os anos. E porque já devíamos ter aprendido a prevenir em vez de remediar.

Mas enfim, passando à frente - e a coisas práticas, que é isso que importa: surgiu uma campanha no Facebook que importa apoiar. Chama-se "Não sabemos se voltamos... mas vamos sempre" e apela a que todos deixemos um euro na corporação de bombeiros mais próxima durante o dia de amanhã (Sábado, 31 de Agosto). É uma ideia genialmente simples e contribuirá para que os bombeiros do nosso País possam comprar uma série de coisas essenciais ao exercício da sua (muitíssimo nobre) profissão.

Vamos ajudar? Notícias com mais informações aqui e aqui.

Imagem captada ontem pela NASA em que é bem notória a superfície do nosso País que está a arder - via Rádio Comercial

2 comentários:

Katy Single disse...

Que imagem impressionante, até choca xiça!

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Gostei muito da frase, tocou-me pelas mais tristes razões...