quinta-feira, 9 de maio de 2013

O inferno dos tradutores de Inferno


Se calhar tudo não passou de uma (brilhante) manobra de marketing, mas a verdade é que os 11 tradutores do Inferno de Dan Brown passaram eles próprios por um inferno para traduzir o novo livro do autor de O Código Da Vinci: estiveram trancados durante dois meses num bunker perto de Milão, sem acesso a telemóveis ou computadores, e receberam ordens explícitas para não revelar o mais ínfimo pormenor sobre a obra. Iam e vinham dos hotéis onde estavam alojadas num minibus escoltado por guardas e comiam todos na mesma cantina, que era para nem sequer porem um pé na rua e verem a luz do sol.

O lançamento mundial de Inferno é já na próxima Terça-Feira, dia 14. A ver vamos, se a montanha não pariu um rato. Pela minha parte, espero sinceramente que não (adoro a escrita electrizante de Dan Brown)!

Informação retirada do site da Visão.

3 comentários:

Filipa disse...

A serio???Estou super curiosa para ler o livro:)))Sou fã dos livros dele!

Http://styleloveandsushi.blogspot.com

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Sou fã do Dan Brown e estou ansiosa pelo Inferno!

Chicca Maria disse...

Também adoro!
E em pulgas para ler o novo livro.