terça-feira, 23 de abril de 2013

Decidi ser ESTÚPIDA!


Quanto mais vivo, mais percebo que a ignorância é, de facto, uma benção. A quantidade de gente francamente estúpida que conheço e que, ainda assim, acaba por singrar na vida é no mínimo assustadora. E - pior ainda - não pára de aumentar.

No outro dia olhei comentava isto com uma amiga e ela chamou-me a atenção para um artigo publicado na revista Happy deste mês (publicação que, confesso, não costumo ler). O dito artigo chama-se "A Nova Ciência da Estupidologia" e é baseado no livro "Teoria Geral da Estupidez Humana" de Vítor Rodrigues - um psicólogo clínico que decidiu estudar a fundo o tema da estupidez. Característica que, segundo ele, "faz ganhar tempo, evita ataques cardíacos, depressões e angústias e está associada ao sucesso profissional." Em contrapartida, os inteligentes de hoje "não são mortos na fogueira, mas podem ter a carreira queimada, podem ser caluniados e alvo de falsas denúncias." Por outras palavras, a estupidez é que está a dar!

Assim sendo, informo que, a partir de hoje, vou ser estúpida. Francamente estúpida. Para cimentar esta minha nova postura de vida ainda tentei juntar-me ao elenco do Big Brother VIP, mas como diz que já é tarde demais para me inscrever, vou mas é tomar o comprimido abaixo, chamado MinusIQ. Digam lá se não parece promissor?





4 comentários:

anita disse...

E não é que faz todo o sentido?? :) É uma tese que já defendo há muito tempo - gente burra e parva é muito mais feliz. Usar os neurónios só dá chatices, está mais do que provado! ;) Estava tentada a experimentar um comprimidinho desses, se existissem, só para ver como era, mas com a garantia de que podia voltar ao normal e ter consciência das diferenças. Será que depois quereria voltar?? Muito interessante! :) ***

Clenia Daniel disse...

Por isso que pessoas inteligentes que dedicam a vida a adquirirem conhecimento, vivem de salário ou nem isso e os estúpidos, burros, ignorantes de plantão, andam a esbanjar, safam-se com facilidade e realmente são mais felizes porque não têm consciência da realidade.Vivem no mundinho deles e embora só façam "mer..s" estão sempre por cima. Gostei do artigo!

MadLCP disse...

Pois, somos todos muito inteligentes. Isto é como a conduzir: são todos maus condutores menos nós.

1) Claro que numa sociedade onde se promove prioritariamente o triunfo social do indivíduo, sobre o colectivo, há uma probabilidade de a lei do mais forte prevalecer, aliás como é comum entre os animais.

2) Já existem substâncias para este efeito, como o álcool e outras drogas. De resto (diz-se) são deveras divertidas.

aiuich disse...

É um facto!
- Os estúpidos raramente são vistos como uma ameaça;
- Os estúpidos são sempre queridos e raramente discordam seja de quem for, nomeadamente dos superiores;
- Os estúpidos não "criam mau ambiente" porque para eles está sempre tudo bem.
Etc...