quinta-feira, 4 de abril de 2013

Idiossincracias


Quando preciso de arrumar o carro (em espinha) num daqueles lugares muito mais muito difíceis, tipo Rossio na Betesga, só consigo estacionar... de traseira. Isto quando tenho um carro velho vintage que nem sequer sensores tem. Fará isto algum sentido? Está visto que não.

7 comentários:

Kittie disse...

Faz toooodo o sentido!! Eu também prefiro porque consigo ver melhor os ângulos pelos retrovisores. Se simplesmente estaciono de frente nunca sei onde a frente do carro pode bater.
Gosto taaaaaaaanto de vir aqui!

Sardanisca disse...

Olá, sou nova por aqui mas fiel seguidora no moribundo Google Reader!

Para mim também faz todo(!!) o sentido, simplesmente não sei estacionar "de frente" fico sempre com o carro todo torto ou o pára-choques enfiado no passeio.
Sendo que a minha carrossinha também não tem nem sensores nem câmaras traseiras...enfim.

Pi disse...

Funciono exactamente da mesma forma!

Juanna disse...

Faz muito sentido. É (para mim) muito mais fácil manobrar de marcha à ré que de frente. Como estacionar em lugares muito apertados em lateral (quando há muito espaço perco as referências) ou estacionar à esquerda :)

Mary disse...

Meninas, estou tãooooooo contente! Já não me sinto assim tão esquisita ;-)

A Dieta e a Cidade disse...

Pensava que ias dizer que tinhas que baixar o som, porque é o que eu faço!

Um beijinho

Mary disse...

A Dieta e a Cidade,

Não só baixo o volume do rádio como tiro o cinto de segurança para me mexer melhor (o meu carro é tão velho que nem apita quando o tiramos)!