quarta-feira, 10 de abril de 2013

Até que o veneno para caracóis os separe


Pessoas, pois imaginem este enredo: uma pseudo-vip conhecida pela sua vida amorosa bastante... hum... atribulada tem uma cadela que adora e diz ser a perdição da filha de seis anos. Elas gostam tanto mas TANTO do animal que resolvem dá-lo para adopção. A cadela é adoptada pelo dono de um stand de automóveis de Almeirim, o qual se revela um dono tão mas TÃO extremoso que o bicho acaba por morrer após ingerir veneno para... caracóis. E eis que, unidos pela tragédia da perda do animal, a pseudo-vip e o dono do stand de automóveis se apaixonam e dão inicio a uma bela história de amor.

6 comentários:

Poisoned Apple disse...

Essa história adaptada a literatura dá romance Arlequim de 600 páginas!

Que pitéu, pá! Proponho casamento junto à lápide do bicho.

Smelly Cat disse...

Eu sei bem a quem é que eu dava veneno para caracóis...

Liguem para a TVI que já há história para a nova novela da noite! E é um dois em um, visto que a protagonista também pode cantar o tema de abertura.

Na Província disse...

ehehheheheheheh... SOCORRO

RAINHA MÃE disse...

deliciosa!!!! só mesmo com esta mulher! Eu até gostava dela há uns anos atrás mas agora esta do pior...

Vespinha disse...

Que nojo de gente...

caracois indomaveis disse...

Ainda não tinha lido ou ouvido esta!

Juntos na "tristeza" e na "dor"..