domingo, 20 de janeiro de 2013

Ontem no Aeroporto da Portela


Reparem como era praticamente impossível aterrar ou descolar. E como, ainda assim, os pilotos da TAP se destacam claramente. Até quando são obrigados a borregar.

E o susto que os passageiros destes aviões devem ter levado? Medo!

8 comentários:

Anita disse...

Estou com o coração a sair-me pela boca... deus ma livre!!!! :-/

Maggie disse...

a minha irmã voou ontem para copenhaga, na tap, diz que não foi nto mau, hahahahahahahah

Maggie

Mary disse...

Então ela teve muita sorte, Maggie, ainda bem!

Chuva de Prata disse...

God, não deve ter sido nada fácil não...

Joana disse...

Impressiona só de ver!
beijinhos

ⱴee disse...

ME-DO!

Jo disse...

Muito medo mesmo! Nem imagino o susto de quem lá ia.

Sara disse...

Uma vez tive uma aterragem assim, numa companhia aerea bem longe de ser uma tap (a tam do Brasil). Na primeira tentativa a asa quase tocou no chão e levantou voo outra vez. Colei-me à cadeira de uma maneira!!! A seguir aterramos com uns solavancos extra e até se ouviu um suspiro geral. O pior mesmo é que esse era o primeiro voo até à Australia. A seguir passei 18h dentro de outro avião com o coração aos pulos...
Não quero repetir... (a viagem sim, a aterragem não!).