domingo, 30 de dezembro de 2012

Eu? Estou óptima!


Se há coisa que me irrita nos portugueses é o facto de eles nunca estarem bem, de terem sempre alguma pedra no sapato, algum obstáculo no caminho, algum fado para cantar - e de viverem a vida ao som de um arrastado vai-se andando, como Deus quer, cada um com a sua cruz, como se a tragédia pautasse cada segundo da sua miserável existência.

Daí adorar o facto de uma amiga minha, sempre que lhe perguntam como está, gritar a plenos pulmões que está óptima (não só bem, mas óptima). Mesmo quando isso não é propriamente verdade. Porque, para além de ser refrescante, acaba por fazer uma enorme diferença: para ela, que o diz, e para nós, que o ouvimos. Experimentem e vão ver... como o rosto do nosso interlocutor se ilumina, a conversa muda logo de tom e a boa disposição acaba por se instalar. Palavra de Mary.

6 comentários:

clara disse...

Tenho essa mania, respondo sempre que estou óptima e depois fico sempre com receio que soe a exagero...

dreamerthing disse...

É bem verdade!
Já não há pachorra sempre para o discurso derrotista...

dreamerthing.blogspot.pt

BelaHope disse...

Bem verdade... também tenho essa mania de dizer que estou otima.
É que um outro problema da sociedade é que gosta muito de se meter na vida alheia e se disser algo que não ótima pedem-me "satisfações" que não estou para dar. xD

teardrop disse...

Também posso testemunhar que é absolutamente verdade. A maioria das pessoas não espera essa resposta e a conversa muda logo para um tom mais optimista ;) Beijinhos

AnaTeresa disse...

CONCORDO PLENAMENTE !!!!
OBRIGADA POR NOS LEMBRAR DISSO!!
VOU ACABAR O ANO ASSIM E COMEÇAR
O NOVO ASSIM TAMBÉM!

L. disse...

Essa coisa também me irrita profundamente! O meu chefe p.ex. está sempre mais ou menos. O que é muito irritante porque não sabe dar valor ao que tem.
Eu também estou sempre bem ;)