quarta-feira, 24 de outubro de 2012

De como a felicidade é contagiosa


No outro dia, enquanto fazia a minha caminhada para casa, cruzei-me com uma rapariga que exibia um sorriso de orelha a orelha. Ia sozinha, como eu, mas irradiava felicidade por todos os lados. E a verdade é que não só dei por mim a imaginar o motivo pelo qual estaria tão feliz (um namorado novo, uma boa nota, um elogio recente), como também acabei a sorrir como ela.

E assim constatei, uma vez mais, ao vivo e a cores, a importância de nos rodearmos de pessoas felizes.

11 comentários:

Lady disse...

É de facto agradável ver alguém de bom humor!

Lontra disse...

é mesmo :D

Conto de Fadas disse...

Completamente! E a importância de nos afastarmos de gente sempre deprimida, negativista e chata!

PS disse...

É verdade, mas se pensamos bem, também a tristeza é contagiosa.
Mas prefiro ser contagiado por felicidade, definitivamente :D*

Quiosque do Ken disse...

Completamente contagiosa! Não há nada melhor do que a felicidade. Seja por que motivo for... :P

Mamã de Peep-Toe disse...

É verdade sim.As pessoas felizes são contagiosas!!

Helena disse...

Tão verdade :)

dii disse...

Hoje participei numa sessão de yoga do riso, e saí de lá exactamente assim. Se calhar a rapariga também saiu de uma ahaha Aquilo é óptimo mesmo! :)

R. Vieira disse...

Contagiante!

Jo disse...

É mesmo :)

B. Cérise disse...

E não a conhecias, o que te aconteceria se te rodeasses de pessoas risonhas e otimistas:)

Beijinhos*