quarta-feira, 5 de setembro de 2012

What's up, Cris?

 
Ando tão mas TÃO apoquentada com a tristeza do Cristiano Ronaldo que esta noite nem consegui dormir em condições. Ele era voltas na cama para um lado, para o outro, tudo a pensar no que poderá estar a arreliar o nosso menino.
 
Diz que os motivos de toda esta nostalgia são meramente profissionais (ufa!), mas o próprio já desmentiu que tenham a ver com dinheiro: "Que eu esteja triste e o tenha dito criou uma enorme celeuma. Acusam-me de querer mais dinheiro, mas há-de provar-se um dia que esse não é o ponto. Neste momento, queria só garantir aos adeptos do Real Madrid que a minha motivação, dedicação, empenho e vontade de ganhar todas as competições não serão afectados", diz o moço na sua página do Facebook.
 
Então o que será, pergunto eu? Serão as chuteiras que lhe apertam os joanetes? O material das camisolas que lhe faz comichão? Ou será o tamanho do cacifo, que não é suficientemente grande para alojar a sua colecção de pochettes Louis Vuitton? Esclareçam-me, por favor, para eu poder voltar a dormir em paz!

7 comentários:

mypencil2b disse...

Se calhar ficou impotente... quer dizer... impotente perante uma qualquer situação! :P

A. disse...

Impotencia parece uma boa teoria ahaha

RAINHA MÃE disse...

também ando muito preocupada! Coitadinho do rapaz, o que é que lhe faz falta???

Atlântida disse...

Escrevi ontem sobre isso. E sobre tolerância, por isso, vou tentar não o ofender. Apesar de nunca ter gostado dele. Diz que é por não ter atenção suficiente. É pessoa de querer os holofotes sempre apontados a ele. E a mais ninguém. Senão, fica triste. Coitadinho.

www.fraufromatlantida.blogs.sapo.pt

lucia disse...

Coitado, realmente!

Mónica disse...

sinceramente, depois de ter sido insultada porque o rapaz tem direito a queixar-se por ficar a ganhar menos devido à mudança de carga fiscal em espanha (key words: queixar-se / ganhar menos / maior carga fiscal) e que é uma injustiça estarem sempre a persegui-lo (ah, a malfadada teoria da inveja que os famosos padecem; key note: qualquer critica = inveja), até podem criar um feriado em homenagem ao rapaz, cunhar uma moeda com o trombil do moço, dar um par de medalhas no 10 de junho à famili aveiro em peso pela relevância socio-educativa.
O país gosta, tudo o que ele faça está bem feito, e contra a imagem que temos de nós proprios dos desgraçadinhos que chegamos mais além e somos os "máiores" (e dai a histeria colectiva, porque todos querem rever-se nele) não há nada a fazer.

RITITI disse...

AHAHHAHHAHAHHAHAH