segunda-feira, 2 de julho de 2012

E por falar em viagens...


...ainda não vos contei nada sobre a minha ida meteórica a Istambul. Como podem imaginar não deu para ver grande coisa, mas enfim... aqui fica o relato possível. As fotografias são, na sua maioria, tiradas da internet. Desde que fui assaltada em Madrid tenho medo de viajar com coisas caras - e a máquina que levei era uma bela porcaria, desfocou tudo e mais alguma coisa e para imagens feias já basta o dente de ouro da Sofia Aparício.


O hotel onde fiquei era óptimo. Chama-se The Istanbul Edition e foi concebido pelo famoso Ian Schrager em parceria com a Marriott International. Apesar de gostar cada vez mais de hotéis com história em detrimento dos chamados design hotels, tenho de admitir que fiquei lindamente instalada - e que o meu quarto, igualzinho ao da fotografia, era absolutamente enoooorme. Isto para não falar das amenities Jo Malone. As únicas coisas que me fizeram alguma confusão foi o facto de ter que passar por um raio-x igualzinho aos dos aeroportos mal entrei no hotel (prática comum, pelo que me disseram) e de ter ficado um pouco longe do centro da cidade. De resto, nada a apontar.

Relativamente à cidade propriamente dita, percebi os motivos por que muita gente diz que se parece com Lisboa (ambas têm uma organização geográfica e toda uma vivência ditadas pela presença de um rio, que no caso de Istambul divide a cidade entre a Europa e a Ásia), com as agravantes de aquela estar bastante mais degradada que a nossa cidade e de ter o trânsito mais terrível que já vi na vida: qualquer trajecto, por mais pequeno que seja, demora pelo menos uma hora a ser percorrido, um verdadeiro inferno!

Mesquita Azul

Interior da Mesquita Azul
Como o tempo era muito pouco, só tive tempo de visitar três landmarks da cidade: a Mesquita Azul, a Hagia Sofia e o Grand Bazaar. A Mesquita Azul foi construída entre 1600 e 1616 a pedido do sultão Ahmet, tem o interior forrado a azulejos azuis de Íznike e conta com 6 minaretes.  Reza a lenda que o sultão pediu ao arquiteto um minarete de "ouro" e que o arquiteto percebeu "seis" (o som em turco é parecido), razão pela qual esta é a única mesquita  com seis minaretes.

Hagia Sofia


Interior da Hagia Sofia

Hagia Sofia ("sagrada sabedoria") foi construída por Justiniano entre 532 e 537 com o objectivo de ser a catedral de Constantinopla (actual Istambul) e constituiu o centro do Império Bizantino durante quase mil anos. Danificada por sismos e saqueada por cruzados, funcionou como mesquita entre 1453 e 1931, altura em que foi secularizada para depois reabrir como um museu, em 1935.


O Grand Bazaar é um dos maiores mercados cobertos do mundo, estendendo-se ao longo de 61 ruas e contando com mais de 3.000 lojas. Lá pode encontrar-se um pouco de tudo: bijuteria e joalharia com pedras semipreciosas, tapetes e Kilims, narguilés, copos-túlipa para beber chá turco, peças de cerâmica, olhos de vidro azul para espantar o mau-olhado e as famosas imitações de carteiras de marca. Quando lá entramos ficamos logo fascinados, mas a certa altura percebemos que é tudo um pouco mais do mesmo. Pela minha parte, confesso que não sou grande fã da estética local e por isso só comprei uns brincos e uma pulseira.

O Palácio Küçüksu (esta fotografia já é minha)!

Mas a parte alta desta minha curta viagem foi, sem dúvida, um cruzeiro pelo Bósforo que culminou num fabuloso jantar servido no terraço do Palácio Küçüksu, um antigo pavilhão de caça onde os sultões otomanos pernoitavam quando caçavam e/ou passeavam pelo campo. Um cenário absolutamente idílico!

Os derviches dançantes

O jantar acabou com um lindíssimo espetáculo protagonizado por derviches dançantes (que rodam sem parar em estado de hipnose, naquilo que constitui um tipo de meditação)  e com um estonteante fogo-de-artifício sobre o Bósforo.


E foi mais ou menos isto. Qualquer dia há mais!


8 comentários:

Marta FG disse...

Eu adorei a Turquia em particular Istambul...e ela é sem dúvida uma das cidades mais exóticas que conheci. Adorava lá voltar. Bj

Quiosque do Ken disse...

Eu estou curioso com o motivo da viagem! Isso sim!

RITITI disse...

Adorei Instambul...mas para ir uma vez..está visto

(En)canto da Parvoíce disse...

Parece muito giro. Já tinha vontade, com estas fotos ainda fiquei com mais. Não se faz :)

Poisoned Apple disse...

Fiquei curiosa!

Catarina disse...

Também já fui a Istambul, gostei, mas acho que está visto... Só houve uma coisa que não gostei muito, as pessoas perceberam que nós éramos estrangeiros e andavam sempre atrás de nós... Fez-me um pouco de confusão! Mas ainda bem que gostaste! XD
Beijinho*

Mary disse...

Olá a todos,

Gostei da viagem mas sabem que mais? Está visto, como diz a Catarina. Confesso que não tenho um fascínio por aí além por países muçulmanos; e para além disso também senti muito a "perseguição" aos turistas.

Mas enfim, viajar vale sempre a pena, aprendemos sempre imenso e esta viagem não foi excepção :-)

menina lamparina disse...

Fotos lindas... fiquei com curiosidade. :)*