quinta-feira, 28 de junho de 2012

Orgulho!


Se há palavra que descreve o meu estado de espírito neste momento é ORGULHO. Também sinto muita tristeza, é claro, que queria e muito que a selecção fosse à final, mas a verdade é que o orgulho se lhe sobrepõe claramente. Porque jogámos muitíssimo bem, porque demos tudo por tudo e (sobretudo) porque lutámos mesmo até ao fim.

Mal o jogo acabou constatei que a maioria dos portugueses pensa como eu; ainda assim, foi com alguma surpresa (e muita repulsa, confesso) que vi meia dúzia de treinadores de bancada a falarem mal do Paulo Bento e a dizerem que ele devia ser despedido imediatamente. Mas está tudo doido?! No início ninguém dava nada por ele, é certo, mas acho inegável que ele esteve à altura da responsabilidade que lhe foi confiada e que se revelou um excelente seleccionador. Nunca na vida vi uma equipa tão unida, tão consistente, tão organizada. Dantes jogavam todos em função do Cristiano Ronaldo (que é bom mas não bom o suficiente para jogar por uma equipa inteira); agora jogam todos de igual para igual. Dantes não se assistia a um único contra-ataque de jeito; agora sim, começam-se a ver jogadas rápidas e aguerridas. E ao passo que dantes a equipa esmorecia invariavelmente perante os primeiros obstáculos, sem demonstrar grande poder de reacção, agora luta até ao fim. E isso é (na minha modesta opinião) absolutamente fabuloso. 

Mas enfim, há que não valorizar as pessoa(zinha)s que passaram o Paulo Bento de bestial a besta, que por aqui sentimos mesmo é orgulho e o destino se encarregará certamente de lhes ensinar uma lição. 

Viva Portugal!

9 comentários:

POC disse...

Concordo, Paulo Bento, não sendo conhecido por ser grande treinador, é um bom condutor de homens. E conseguiu transformar um grupos de mimados numa equipa.

Não pedi nem peço a sua demissão. Mas ele tem responsabilidades nos penaltis. Não são apenas sorte/azar.

Está aqui tudo explicado:

http://simaoescuta.blogspot.pt/2012/06/paulo-bento-errou-nos-penaltis.html

carolaine disse...

Concordo. temos é que nos orgulhar por em Portugal termos profissionais tão bons seja no futebol, seja na cultura, seja na ciência. Somos um pequeno país à beira mar plantado mas cheio de talento :)

http://tarasneurasmanias.blogspot.pt/

OutraMaria disse...

concordo com tudo que escreveste. O heroi ontem caiu de pé... eu apesar de não ligar muito a futebol acho que ontem estivemos muito bem mesmo. E eu estou ORGULHOSA.

RITITI disse...

VIVA !!!

Catarina disse...

Concordo contigo! Orgulho é a palavra que caracteriza aquilo que sinto por ser portuguesa neste momento! Se acho que devíamos ter passado? sim acho, mas futebol é mesmo isto! Beijinhos*

Mary disse...

Olá, POC,

Sim, é verdade que o Paulo Bento tem responsabilidade nos penaltis e vou já ver o que escreveste sobre o assunto, até porque até agora não percebi o que se passou.

Ainda assim, acho que ele surpreendeu pela positiva e que merece o nosso aplauso!

POC disse...

@Mary, Olá, bom dia. Gostei do trabalho sério que ele fez. Actualmente temos poucos jogadores acima da média. Não temos banco...ele não tem grandes soluções.

Fez daquele conjunto uma equipa. E isso foi muito importante, senão nem ali tínhamos chegado.

Mas ESTES penaltis não foram de sorte ou azar.

Até breve, és sempre bem-vinda.

sininho disse...

viva (mesmo) portugal!

Anónimo disse...

Ehehe este país é de loucos! Eu que vi o jogo junto com amigos espanhois, fiquei taralhoca porque um dos portugueses presentes (amigo de amigos, que nem nunca tinha visto na vida!) dizia mal de nós para os espanhois!! Mimos a nosso respeito como 'nós só nos deitamos para o chão, e fazemos rasteiras aos espanhois e lhes damos forte... é mesmo à tuga, resolvemos tudo à paulada!!' e coisas do género sobre nós portugueses... fiquei capaz de lhe mandar com uma botella de cerveza à tola!!! Portanto, como não hão-de dizer mal do Paulo Bento... o homem esteve à altura, mas o português só sabe dizer mal de tudo o que é nacional!!!
Enfim...
Bjs.
Paula