quinta-feira, 14 de junho de 2012

Das Sonsas


Desde que me conheço que odeio gente sonsa: aquele género de pessoas que nem se dá por elas e que parecem nem partir um prato. Para além de as considerar tremendamente chatas e desinteressantes, acho sempre que aquilo tudo é uma farsa e que a coisa tem que rebentar por algum lado. E geralmente rebenta.

Isto para dizer que só agora li o comunicado do Djaló sobre a sua separação da Luciana Abreu (tenho andado a dormir, já sei) e que uma vez mais se comprovou que as pseudo-boazinhas são mesmo as piores. Tão querida que ela era, tão piedosa, tão temente a Deus e a Nossa Senhora de Fátima e vai-e a ver... andava a privar um pobre inocente de quatro anos da presença do Pai. A ser verdade, grandessíssima sonsa. Para não dizer outra coisa.

14 comentários:

Poisoned Apple disse...

Concordo, MAS há o outro lado da moeda: o do gajo ser um filho da mãe e justificar com uma acusação horrível e nem ser verdade.

Mas deve ser verdade porque eu acho que o tipo é burro e ela espertalhona.

Trendy Twinss disse...

POdes crer, fiquei admirada com algumas atitudes dela. Mas acredito que nestas alturas, de separação, e como tudo veio parar à comunicação social, não seja fácil de gerir.

Mary disse...

Poisoned Apple, concordo e por acaso também pensei nisso, mas o meu feeling é igual ao teu. E porquê? Porque ela tresanda a sonsa!

Maria disse...

Será??!!Se sim sonsa...mas sonsa!Eu detesto sonsinhas, são as piores!

Floripes Antunes disse...

Mas quem é a besta que abdica de um filho por causa de uma mulher?
Não foi o que ele fez até agora?
Se queres que te diga, acho o comentário absolutamente nojento. Estão bem um para o outro.
Nossa, que biolência!

Floripes Antunes disse...

Mas quem é a besta que abdica de um filho por causa de uma mulher?
Não foi o que ele fez até agora?
Se queres que te diga, acho o comentário absolutamente nojento. Estão bem um para o outro.
Nossa, que biolência!

Na Província disse...

Sempre mas sempre desconfiei e lidei mal com gente sonsa e armada em vitima e coitadinha e que por sinal é o caso da Luciana, nunca gostei dela,,,Mas neste caso, só sabemos a versão dele...
na-província.blogspot.com

Sabor Adocicado* disse...

Eu tenho uma atitude de quem não parte um prato e ando sempre metida na minha vida. Muita gente já me chamou de sonsa e por isso, com o devido respeito, odeio este género de generalização. A verdade é que sou sim metida na minha vida, mas não ando por aí a estragar a vida dos outros.. Não dou facadas nas costas dos meus amigos, não faço poções nem nada do género. Tem a ver com a maneira de ser de cada um. Há pessoas mais reservadas, caladas, tímidas e isso não as/nos torna falsas à partida...
Em relação ao caso, ela ainda n se pronunciou.. A ser verdade sim, é vergonhoso :S

Mary disse...

Olá, Sabor Adocicado*,

Só o facto de teres deixado este comentário tão sincero mostra claramente que não és sonsa nenhuma! Até porque timidez/low profile e "sonsice" são coisas radicalmente diferentes. E não há regra sem excepção, claro.

Beijinhos!

Mónica disse...

concordo com floripes... se em algum momento a moça o proibiu da paternidade do filho 1, era nesse momento que ela virava as costas, borrifava no silicone e andor. se ficou, foi pior que ela. renegar um filho parece-me ser pior que exigir q se o faça. se for verdade, ela vai sofrer na pele pq ele vai arranjar outra e borrifar se nas miudas com nome estranho (o miudo tb tem um nome esquisitinho)

Docinho disse...

Só se estragava uma casa, agora vão estragar mais duas!

Estavam bem um para o outro... e não a acho nada sonsa, acho que sabe bem o que quer e usa as armas que tem para o conseguir. Nunca tive pena dela nem a achei boazinha... nada!

A verdade é que quem vai sofrer com isto são mais duas crianças com um lar desfeito, isso sim, mete-me nojo!

Manuela disse...

A moça não tem de aceitar nem deixar de aceitar o filho dele porque não é filho dela. O único dever dela era ter deixado claro durante o namoro qual era a posição dela em relação ao facto de ele já ter um filho e a partir daí era com ele. Ele é um adulto e é responsável pelas suas escolhas e não acredito que durante o namoro deles (cerca de uma ano, creio) não se tenha apercebido que ela não ia à bola com o filho dele.
Com esta atitude ele revela duas coisas: é um mau pai porque casou com uma mulher que não o deixava conviver com o filho e não é um cavalheiro porque vem através de um comunicado lavar roupa suja e denegrir a imagem de uma pessoa com quem esteve casado e de quem, recorde-se, tem 2 filhas.
Não sou fã da Luciana, mas também já estou farta desta atitude portuguesa de imbecilizar os homens, como se eles fossem seres sem vontade que caem nas garras de uma sedutora qualquer. Eu tenho um enteado com quem me dou muito bem, convive com o pai todo o tempo estipulado entre ele e a mãe da criança, e se eu dissesse que ele não podia estar com o pai, o meu marido mandava-me passear e com toda a razão!
Peço desculpa pelo comentário longo, mas também sinto necessidade de defender a classe das madrastas, que são sempre vistas como as bruxas más e não é bem assim:) Nunca comentei, mas sou leitora assídua e gosto muito deste bog. Beijinhos-

Mary disse...

Olá, Manuela,

Muito bem dito, o maior culpado de toda esta situação é ele, mesmo! Aliás, como a Docinho disse (e bem), dantes só se estragava uma casa.

E também eu tenho é pena das crianças; que essas sim, é que vão pagar a (maior) factura de todo este destrambelhamento...!

Last but not least, muito obrigada pelo comentário e pela assiduidade, significam imenso para mim, mesmo :-)

Miss S disse...

Já somos duas! Não gosto das sonsas (incluindo a Luce) ;)