terça-feira, 14 de junho de 2011

Vidago Palace Hotel ou o Paraíso na Terra


Quem me conhece sabe que sou doida por hotéis e que acalento o sonho de um dia viver num, qual Beatriz Costa mas em versão família-atrás-com-tudo-enfiado-numa-suite-gigante-tipo-ciganos. Se juntarmos a esta paixão assolapada o facto de a vida (felizmente) me ter permitido conhecer uma série deles, o resultado só podia ser uma esquisitinha do pior no que diz respeito à matéria.

Como tal, e porque para conhecermos verdadeiramente um hotel temos que lá dormir (ir almoçar ao restaurante, beber um copo ao bar ou fazer uma massagem no spa não vale), posso dizer que, até há pouco tempo, só conhecia um hotel em Portugal verdadeiramente digno de cinco estrelas: o Ritz.

E digo "até há pouco tempo" porque entretanto tive a sorte de conhecer o Vidago Palace Hotel. Recentemente remodelado pelos arquitectos de interiores José Pedro Lopes Vieira e Diogo Rosa Lã  e enriquecido com um spa projectado por Siza Vieira, num processo que demorou quatro anos a ser concluído, reconstitui na perfeição a era de esplendor em que foi criado (início do século) mas com um twist de luxo moderno.

Para quem parte de Lisboa a viagem parece interminável (aproximadamente quatro horas), mas a verdade é que a estrada é óptima mesmo até à entrada do hotel e que, mal lá chegamos, percebemos que tudo valeu a pena. A entrada é simplesmente grandiosa, o edifício imponente mas acolhedor e o serviço (impecável) nota-se logo desde o primeiro minuto. Os quartos são lindos de morrer, os espaços comuns de cortar a respiração, os empregados simpáticos e competentes... por outras palavras, ali tudo é perfeito.

E como se tudo isto não bastasse, o hotel ainda está inserido num fabuloso parque com 100 hectares de  floresta e montanhas dignos de um wallpaper de computador, polvilhado por pavilhões de água mineral impecavelmente remodelados e complementado por um campo de golfe de 18 buracos.

Ficámos duas noites mas a verdade é que o ideal é ficar três ou quatro. Porque este é um hotel para ser vivido devagar, para ser descoberto aos poucos, que a pressa nada tem a ver com o espírito de conto de fadas que ali se vive. Porque parece mesmo que aterrámos numa espécie de paraíso ("ó Mãe, estamos no castelo das princesas cor-de-rosa, pois é?") e o mínimo que podemos fazer é act accordingly.

Mas enfim, como uma imagem vale mesmo mais que mil palavras, deixo-vos com parte da reportagem fotográfica feita por esta vossa amiga:

Vista da entrada do hotel a partir do nosso quarto

O nosso quarto, mesmo ao centro

A (imponente) escadaria

Escritório da suite

Pormenor das flores frescas do escritório
(ou Mary armada em fotógrafa profissional com uma máquina de porcaria)

O quarto principal
(não tenho nenhuma do quarto das crianças sem as próprias lá dentro)

A cómoda art déco que tanto gostaria de ter trazido comigo

A fabulosa sala dos pequenos-almoços

O Salão Nobre onde funciona o restaurante

Detalhe do Bar

 A piscina exterior

O parque

O campo de golfe

5 comentários:

Ana 100 Sentidos disse...

Cara Mary:
Apesar de ter nascido em Lisboa, cresci aí, perdida por esse parque fora a correr, a nadar da piscina do hotel (antigamente podíamos ser sócios do hotel e ir lá à piscina no verão), andar de bicicleta, namorar às escondidas and so on...
O parque é maravilhoso, assim como o hotel. muitas coisas mudaram nessa paisagem ainda assim. Mas creio que no final ficou muito bem.
E é bom ver que a "nossa terra" agrada aos outros.
E desde que temos auto-estrada a viagem é um pulinho. Longe parecia para mim quando demorava 8h a chegar a casa!
Confesso que no final ficquei com vontade de conhecer melhor o hotel.

cairs disse...

bem, liiindo! fiquei com vontade de conhecer :)
bjss

Manuela disse...

Olá Mary, vim ter ao teu blog, através da querida Smile. Gostei muito, sobretudo do texto que publicaste acerca do hotel de Vidago, pois frequentei-o antes da remodelação.
Vou voltar :)

Mariana disse...

Adorei o post e fiquei cheia de vontade de conhecer o Vidago Palace! Acho que vou marcar, muito obrigada pela dica :-)

Júlio disse...

Já agora veja o meu blog "Meu Vidago" em http://vidagoimagens.blogspot.pt/

Obrigado pro este post.
Abraço,
Júlio Silva