segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Heidi & Seal

Se calhar as aparências iludem e eles não são nada do que parecem, mas a verdade é que gosto mesmo da Heidi Klum e do Seal. Gosto deles individualmente (porque ela é linda de morrer e ele tem um vozeirão de cair para o lado) e gosto deles como casal: porque têm uma relação giríssima, porque têm pilhas de filhos e porque ele a trata como todos os homens deveriam tratar as mulheres. Isto porque, para além de ter perfilhado a filha (biológica) dela e do imbecil do Flávio Briatore mesmo antes de ela ter nascido, tem a coragem de dizer que gosta (ainda) mais da mulher do que dos filhos – pelo simples motivo de que, sem ela, eles não existiriam.

E também gosto de poder dizer, à boca cheia, que tenho um marido tão bom ou melhor que ele.

12 comentários:

Docinho disse...

Este é talvez o post onde assino em baixo com um sorriso de quem é amada assim***

São um casal LINDO... não só pela beleza mas sobretudo pelo amor que se sente pairar!

LOVE***

Cookie disse...

Ena, ena... que conclusão brilhante!!!

Lady me disse...

Também os adoro! :)

São tipo uma fotocópia minha e do meu namorado :D

Olha, que bom que podes falar assim! Que seja sempre sempre assim :)

sininho disse...

é verdade que não há muitos mas que os há há!

Floripes Antunes disse...

Beeeeemmmm, o que é que PM terá feito para merecer TAMANHA declaração de amor? Hummm, estou curiosa...

1) Terá comprado acções da Masterfoods, garantindo fornecimento de M&M's até ao final da vida?

2) Comprou acções da Mc Donalds, garantindo fornecimento de Mc Chicken até ao final da vida?

3) Terá Mary realizado que 99,9999% dos homens não são como PM? Que nos mandam à fava cada vez que nos apetece gelado, hamburguers, ou qualquer coisinha a meio da noite, e que nos acordam "suavemente" porque as crianças estão a chamar a meio da noite?

4)Naaaa, Mary sempre teve noção do que tem em casa, mas não vá PM esquecer-se, vamos lá lembrá-lo.

5) Mary está espera de mais mimos!!!

o Meu Cajó, que está solidário e impressionado com a sorte de PM, pede para avisá-loque está convidado a vir a Freamunde, para assistir à reciclagem do curso de formação profissional (agora enquadrado no programa das "Novas Oportunidades": "1,2,3 vamos disciplinar as nossas mulheres", com a duração de 178 horas. O curso é seguido de estágio, após o qual se obtem a certificação de domesticador de mulheres.

PS: Estou curiosa... estava à espera de encontrar mais/outros comentários a este post...

PM disse...

Só posso dizer que coisa boa, não vem a caminho...

Estou curioso!

Roupa? Viagem? Acessórios? Chocolates?


Floripes:
E esse curso é ministrado por quem? Pelo Cajó?
Isso significa que Floripes é uma mulher domesticada...

Quanto aos pontos 1 e 2, as acções andam em baixa...

Pelo ponto 3, posso responder Sábado ou Domingo de manhã? Mas... só a partir das 11h, que é quando o sol nasce... pelo menos cá em casa.

O ponto 5 é uma consequência do 4... e lá voltamos ao terceiro parágrafo deste meu (piqueno) comentário...

Mary disse...

Floripes,

Opções 3 e 4, obviously (por quem me toma?!).

PM,

Juro que, quando escrevi este post, não planeava o meu shopping spree de hoje - completamente induzido, aliás, por Floripes Antunes!

Foripes Antunes disse...

PM,

Eu que não sou de intrigas tenho a testemunhar o seguinte quanto ao Shopping quê???, que a Mary menciona:

O objectivo dessa menina, para a hora de almoço, era comprar uma botinha muito linda, com pedaços de peúgo a saírem lá de dentro, na sapataria nova que abriu perto de nós. Estava tão siderada com a determinação de comprar a bota que, ao invés do que é normal, hoje terminou o almoço muito antes de mim!

Agora pergunta-me PM: - Mas o preço era riquinho?
Não, desengane-se, era para lá de uma dinheirama (seria porque também trazia peúgo?).

E PM pergunta novamente: - E qual foi o papel de Floripes no meio de toda esta loucura?

Pois eu digo, foi e trazer Mary à razão! Ainda lhe disse: - Ó Mary, olhe que o dinheiro custa a ganhar! Olhe que PM vai ter que pegar mais na obra!

Mas qual foi a reacção de Mary? NADA, nem quis tomar razão. Só dizia: - Não quero saber.

PM, dei o meu melhor, ai se dei! Consegui arrastá-la de lá para fora, recorrendo ao truque do "ai que par tão riquinho" para uns sapatos medonhos, mas foi sol de pouca dura. enquanto o diabo esfrega o olho (até fiquei estonteada), Mary já estava dentro de outra loja.

Bem tentei arrastá-la de lá para fora, usei tanta violência que até os alarmes da loja dispararam (bem, se calhar porque a Mary vinha agarrada às botas com alarme). Mas enfim, já não tive forças para lutar mais. Confesso, Mary ganhou!

Quanto ao curso, é afirmativo, o formador é o meu Cajó. Eu também participo, fazendo as vezes de uma boneca, onde Cajó exemplifica as técnicas marciais de domesticação de mulheres.

Finalmente, sim é verdade, sou uma mulher domesticada.

Mary disse...

Estou indignada!!! E depois sou eu que vejo muita televisão!!! HÁ-DES cá vir, HÁ-DES!!!

Floripes Antunes disse...

Indignada????
Está bem. Amanhã TC à hora do costume, certo?

PM, está bem, vou fazer o jeitinho a Mary.
Sim, fui eu que a obriguei a calçar as botas.
Sim, fui eu que a arraste para a loja.
Sim, fui eu que a coagi a dar o cartão para pagar as botas.
Sim, fui eu que as guardou no gabinete, para que ninguem visse o tamanho do estrago.
Sim, pesou-me a consciênca, mas não a carteira!

Mary disse...

TC forever, see you by the coffee machine :-)

For you disse...

Eu cá tb gosto imenso deles como casal e individualmente, especialmente depois de ler um artigo sobre eles que falava no combate à doença do Seal e que o Amor da Heidi é a maior arma para atrasar o desenvolvimento da doença do Seal.