terça-feira, 22 de janeiro de 2008

It's A Bird, It's A Plane, It's A... Snail!

Hoje, venho declarar guerra aberta ao meu mais recente inimigo: um ser veloz, intrépido e nocturno, que dá pelo nome de... caracol! Sim, leram bem, c-a-r-a-c-o-l, que essa lengalenga dele andar devagarinho e pôr os pauzinhos ao sol é um mito que importa esclarecer o mais depressa possível, a bem da flora de todo o mundo.

Deve-se este post ao facto dos caracóis me andarem a devorar os canteiros e as pouca plantas que ainda por lá sobrevivem. Todos os dias, quando chego a casa, vou ver se eles estão a comer as minhas plantas. E estão. Às dúzias. Só lhes falta o guardanapo ao pescoço. Corro com todos ao pontapé para o terraço do vizinho (é o que dá ele não viver cá e ter os canteiros piores que os meus) e quando volto, no dia seguinte... eles estão lá. Outra vez. E outra. Invariavelmente.

De dia, nem vê-los. Posso procurá-los com uma lupa, que não encontro nem um. Em contrapartida, mal escurece, é vê-los (no meu caso, imaginá-los) a correrem a mil à hora, de volta para os meus canteiros. Para atacarem novamente as minhas plantas. Só para me enervarem.

É por este motivo que, a partir de agora, está declarada a guerra. Vamos ver quem chega mais depressa. Aposto como são eles...

P.S.: À minha amiga G., que vem a este blog mas nunca comenta, que fale agora (ela, que odeia caracóis e diz que nunca a compreendi) ou se cale para sempre...

7 comentários:

rosachok disse...

Comem adubo de baby c.?! Será?! ;)
Quero fotos para comprovar esse crescimento relâmpago de minha sobrinha homónima :)))

Quanto a plantas... o melhor é estar caladinha... esta semana até tive que internar uma... literalmente!!! Falta de jeito... humpf*

Beijos lentos

PS da próxima temos que nos "cruzar" com mais calma... cafézinho o almocinho ;)

Vespinha disse...

Será que estou a ficar doida? A verdade é que há dias pisei um caracol sem querer e fiquei com um peso enorme na consciência, a pensar que ele ia à sua vida e eu lha cortei a meio...

docinho disse...

O pior de tudo... é baba...
brrrrrrr...

Lá em casa não há caracóis... m temos uns bichos da madeira aos quais declarei guerra compulsiva!!!
humpf*****

Beijos devorados

G. disse...

Demorou...mas finalmente vejo que me conseguiste compreender...e espero que nunca te esqueças do artigo que lemos juntas há muito, muito tempo: 'os caracóis têm milhares de dentes super minusculos' (informação que me ficou gravada na memória para todo o sempre...meeedddoooo)

Mary disse...

G., tardou mas foi: estou 100% solidária contigo! Mas posso dizer-te que o dito artigo estava errado... eles não têm milhares de dentes minúsculos, mas sim MILHÕES de dentes GIGANTESCOS, a avaliar pela velocidade a que devoram as minhas plantas!

MUUUUITOOOOO MEDOOOOOO...!

Lara disse...

Mary descobri o porquê nas tuas próprias palavras: "(é o que dá ele não viver cá e ter os canteiros piores que os meus)". Ora um caracol que se preze, tem que ir ás plantas melhores lá do bairro, ainda que estas não sejam super vistosas, mas bolas sempre são as mais vistosas do mercado!
E se os aproveitasses para pores num tacho, com oregãos, uma imperial a acompanhar... ;-)

Cookie disse...

Não sabia que em LX também aconteciam invasões de caracóis :)))
Por cá aqui há tempos quase tive um colapso... Estavamos no jardim e a R. vem para mim toda contente, a dizer "olha mãe". Tinha na mão um enorme e pegajoso caracol. Pródiga em reacções precipitadas, dou-lhe uma palmada na mão que faz o caracol voar, mas deixa a R. aos gritos sem perceber porque é que eu tinha feito aquilo...
De momento a praga desapareceu...

Beijocas
M.